Dia do Abraço

 Imagem

Pra quem aí não sabe, o Dia do Abraço é esse mês, dia 22, apesar de que pra mim é todo dia. O quanto de dor e alegria pode caber em um abraço? O ato de abraçar é compartilhar emoções, dividir algo que você não pode conter. Um simples abraço pode mudar o dia de alguém, e foi pensando nisso, que o grupo social no qual eu participo resolveu ir hoje ao centro de Maceió distribuir abraços grátis. haha

Imagem

Foi uma experiência muito boa, revigorante. Encontramos pessoas que nos olharam de cara feia, que fingiram que não nos viram, que acharam ser pegadinha ou que nos chamaram de doidos, mas, felizmente, a maioria nos acolheu de braços abertos, literalmente. Abraçamos e fomos abraçados, amamos e fomos amados. Imagem

E é com o intuito de passar essa mensagem que eu escrevo esse post. Não precisa ir as ruas e sair abraçando todo mundo, mas um sorriso, palavras gentis, uma validação a alguém que está se esforçando, pode fazer uma diferença tão grande na vida dessas pessoas que talvez a gente não imagine e, é por não imaginar isto que continuamos nos afundando no individualismo.

Imagem

Vamos ser felizes e fazer os outros felizes, por mais que você nunca os tenha visto na vida. Seja gentil e pratique a maior lição que Jesus Cristo nos deixou, ame seu irmão como a ti mesmo.

Sempre soube da existência do projeto fotográfico 365days, mas nunca tive coragem de fazer, até que achei um site que serve justamente pra você organizar suas fotos nesse projeto, que é o 365 project. Comecei hoje, se quiserem acompanhar algum dia ou sei lá, acessem aqui.

Bom fim de semana a todos, até mais!

O lado bom da vida, Matthew Quick

DSCN8785

Antes de conhecer o livro, eu havia assistido o filme e rendeu muitas risadas. Como o intervalo de tempo entre um e outro foi grande, eu não posso dizer com certeza qual dos dois é melhor, mas uma coisa é certa: a história vale muito à pena em ambos.

E esta é a história de Pat contada por ele mesmo após sair da clínica de reabilitação mental em que permaneceu por anos. Pat não tem noção do que realmente aconteceu na sua vida, não sabe porquê teve que ir para o “lugar ruim” e quer apenas retomar seu casamento com Nikki. Na verdade, esse é seu único e maior objetivo, pois ele aprendeu a enxergar o lado bom da vida e a se aperfeiçoar para  reconquistar sua ex-mulher.

“Se as nuvens estão bloqueando o sol, sempre tento ver aquela luz por trás delas, o lado bom das coisas, e me lembro de continuar tentando, porque eu sei que, embora as coisas possam parecer sombrias agora, minha esposa logo voltará para  mim.”

DSCN8778

Após voltar para casa, ele conhece Tiffany, uma mulher viúva que parece ser perturbada mentalmente assim como Pat, e que o deixa muito confuso ao sumir e aparecer sempre nas horas erradas.

A história de Pat é muito sensível, pois tendo ele como narrador, você sente o que o personagem está vivendo e torce muito para que ele se livre dos pensamentos do passado que já não cabem mais na sua vida.

Jogos dos Eagles, campeonato de dança, cartas, terapia etc são umas das muitas coisas que você vai encontrar presentes na vida de Pat, além, claro, de pensamentos sempre positivos. É um drama cômico, digamos assim, e uma leitura que eu indico pois é bem leve, os capítulos são pequenos e ao invés de enumerados, são com frases correspondentes a algum momento do capítulo.  Ah, e o filme também é altamente recomendado.

*Essa é a minha primeira resenha aqui, tentarei melhorar nas próximas.

Beijos

Meu blog merece um beijo!

Ganhei esse selinho fofo da Carol Marchesin, que é uma fofa também. Obrigada, Carol! Agora eu tenho que responder cinco perguntas sobre o blog hmmm vamos lá:

1- O que a levou a criar um blog?
Bom, esse não é o meu primeiro blog. Eu usava outro do blogger, mas acabei deixando ele de lado porque percebi que eu não estava colocando a minha cara ali, então parei e pensei: “no que eu sou realmente boa? preciso fazer um blog em que eu realmente seja boa.” daí, não apareceu nada, óbvio, sempre me questionei por eu não ser fantástica em nada, ou ter um hobbie favorito, daí criei o Não Tenho Dons porque assim eu poderia compartilhar coisas legais que existem na internet que possam ajudar pessoas que também não tenham muitas habilidades.

2- O que você mais gosta: comentários ou seguidores?
Eu acho que os dois são importantes, porque se alguém chegou e colocou que queria seguir seu blog é porque curtiu de verdade, mas por outro lado, seguidores são apenas números, a gente nunca sabe realmente quem visitou seu blog e é com os comentários que a gente conhece as pessoas e acho eles super fofos ❤

3- Você se inspira em alguém ou em algum blog?
Eu gosto muito da Bruna do Depois dos Quinze, mas não fico visitando sempre. As outras eu visito sim, às vezes.

4- Qual foi a melhor situação desde que decidiu ser blogueira?
O reconhecimento de algumas pessoas que chegaram e disseram: “adorei essa foto!” ou “você escreveu muito bem, vai dar uma boa jornalista” ou “cadê, não vai postar mais?” rsrsrs

5- Se você tivesse direito de impor uma lei no mundo, qual seria?
Eu colocaria tantassss… Não jogue lixo na rua, uma justiça igualitária para todos, comida para todos, água limpa para todos, amor para todos, amoooooooooor ❤

Agora vou indicar alguns blogs pra fazerem o mesmo, se quiserem!

Sem Limites
O Doce Diário das Anas
Segura Minha Câmera
Feat Glam

Troca de Cartas

Como algumas pessoas sabem, eu troco cartas, ou costumava trocar, até o momento em que fiquei com preguiça de ir nos correios e responder algumas. Mas acabo me sentindo arrependida por isso porque a sensação de receber alguma coisa especialmente para você na caixa de correio (tirando as contas) é MUITO boa. Sério.

Comecei a trocar cartas no fim do ano passado, depois que entrei em um grupo no Facebook que tem esse objetivo. Recebi cartas do Ceará, Rio de Janeiro, São Paulo, Pará, Recife e daqui de Maceió também. Respondi todas e com o costume/prazer adquirido acabei escrevendo uma em inglês para uma menina da Suécia que conheci, e ela disse que meu inglês estava muito bom haha

O interessante nessas cartas é que você conhece pessoas muito diferentes, com sonhos e objetivos muito diferentes também, ou até mesmo iguais aos seus, como é o meu caso com uma menina de 14 anos de SP que me escreveu um dia. Éramos tão parecidas que até a folha em que escrevíamos era igual hahaha Estou com uma carta aqui para enviar à ela há muito tempo, mas ainda não fiz, como vocês já sabem.

Gostaria de compartilhar com vocês esse prazer que eu adquiri e incentivá-los a fazer também, porque é um método de comunicação tão legal que foi perdido por conta do excesso de informações de hoje, mas que por uma ironia, foi através da internet que eu conheci.

Vocês podem procurar por grupos no Facebook, ou até mesmo no Google. Afinal, como eu venho sempre dizendo, só não encontra algo interessante pra fazer com a internet quem não quer. Mas para facilitar a vida de alguns que se interessaram, trago-lhes o blog Mundo das Cartas, e pra quem não quer escrever tanto ou prefere mandar e receber alguma coisa de outro país existe o Postcrossing, que você pode aprender mais sobre ele num post que a Ana fez no blog dela. Entrei no site, comprei os cartões postais, escrevi e enderecei mas ainda não mandei, acho que tem bem uns 3 meses hahaha sou preguiçosa mesmo, mas vou tentar enviar tudo que devo esse mês.

Espero que alguém se interesse, e se quiserem me escrever… xD

beijocas!

5 on 5: Books

DSCN8726

Este é o meu primeiro post 5 on 5 no blog novo 🙂 Pra quem não conhece ainda, o 5 on 5 é um projeto fotográfico que eu fazia aqui, e o tema de hoje é: Livros. Vale lembrar que temos duas novas integrantes no projeto, Ana e Inis, então vão seguindo nossa “correntinha” e conhecendo-as. Ps.: Marcela e Carol voltem logo!

DSCN8724

DSCN8780

DSCN8731

DSCN8782

DSCN8790

O Lado Bom da Vida é o livro que estou lendo agora, e como já assisti ao filme, quando eu terminar de ler farei um post sobre a minha opinião Livro x Filme.

Agora, corram pra o blog da Ana!

XoXo