Troca de Cartas

Como algumas pessoas sabem, eu troco cartas, ou costumava trocar, até o momento em que fiquei com preguiça de ir nos correios e responder algumas. Mas acabo me sentindo arrependida por isso porque a sensação de receber alguma coisa especialmente para você na caixa de correio (tirando as contas) é MUITO boa. Sério.

Comecei a trocar cartas no fim do ano passado, depois que entrei em um grupo no Facebook que tem esse objetivo. Recebi cartas do Ceará, Rio de Janeiro, São Paulo, Pará, Recife e daqui de Maceió também. Respondi todas e com o costume/prazer adquirido acabei escrevendo uma em inglês para uma menina da Suécia que conheci, e ela disse que meu inglês estava muito bom haha

O interessante nessas cartas é que você conhece pessoas muito diferentes, com sonhos e objetivos muito diferentes também, ou até mesmo iguais aos seus, como é o meu caso com uma menina de 14 anos de SP que me escreveu um dia. Éramos tão parecidas que até a folha em que escrevíamos era igual hahaha Estou com uma carta aqui para enviar à ela há muito tempo, mas ainda não fiz, como vocês já sabem.

Gostaria de compartilhar com vocês esse prazer que eu adquiri e incentivá-los a fazer também, porque é um método de comunicação tão legal que foi perdido por conta do excesso de informações de hoje, mas que por uma ironia, foi através da internet que eu conheci.

Vocês podem procurar por grupos no Facebook, ou até mesmo no Google. Afinal, como eu venho sempre dizendo, só não encontra algo interessante pra fazer com a internet quem não quer. Mas para facilitar a vida de alguns que se interessaram, trago-lhes o blog Mundo das Cartas, e pra quem não quer escrever tanto ou prefere mandar e receber alguma coisa de outro país existe o Postcrossing, que você pode aprender mais sobre ele num post que a Ana fez no blog dela. Entrei no site, comprei os cartões postais, escrevi e enderecei mas ainda não mandei, acho que tem bem uns 3 meses hahaha sou preguiçosa mesmo, mas vou tentar enviar tudo que devo esse mês.

Espero que alguém se interesse, e se quiserem me escrever… xD

beijocas!

Conheça Regina Spektor

Pra quem já a conhece, toca aqui o/ para quem ainda não, apresento-lhes agora. Conheci ela quando assisti o filme As Crônicas de Nárnia – Príncipe Caspian (foi o melhor dos três filmes já feitos, na minha opinião), com a música do final, muito muito linda, chamada The Call.

Então, a Regina é uma russa de 33 anos que foi radicada nos EUA. Seu estilo é meio indie e Antifolk, as músicas são bem levezinhas de ouvir, legal pra relaxar, além de que as melodias e as letras são riquíssimas.

Baixei o último albúm dela, lançado em 2012, o What We Saw From the Cheap Seats e estou in love. Acho que vocês deveriam baixar também, so acho.

Espero que gostem, mas acho que é impossível não gostar né? ❤ Até mais!